Você não tem itens no seu carrinho de compras.

Os efeitos do açúcar na pele

sexta-feira, 30 de agosto de 2019

Muitos nutricionistas e endocrinologistas alertam para o perigo do açúcar para o organismo. A ingestão em excesso de carboidratos está associada à uma série de complicações, incluindo diabetes e problemas cardiovasculares. No entanto, pesquisas cientificas apontaram que o alimento também pode ser prejudicial à pele.
O açúcar em excesso abre portas para doenças graves e agiliza o envelhecimento da pele, essa ação negativa que a glicose promove no organismo é chamada de glicação.
A glicação é uma reação na qual carboidratos, como a glicose, ou lipídeos ligam-se permanentemente a proteínas, sem a atuação de uma enzima, quando o corpo não produz insulina suficiente para processar o excesso de açúcar.

Desse modo, essas proteínas sofrem modificações e impedem que as células desempenhem seus papéis.
Essa mutação leva à formação de AGEs (Advanced Glycation End products) ou produtos finais da glicação avançada, substâncias responsáveis pela aceleração do envelhecimento.
Ao lidar com as condições da pele glicada, é essencial lembrar que a pele precisa de produtos que contêm vitaminas e nutrientes que irão hidratar e devolver o viço e melhorar o contorno facial.

A niacinamida vitamina B3 presente no protetor solar FPS 50 da BIOGALENA e o Hidrte clean C + ( nanovitamina c ) e o PLURIANT Prohyaluronic auxilia contra a glicação

A boa alimentação e a ingestão de líquidos muito importante para
o controle da glicação da pele!

Deixe o seu comentário
Comentários
09/03/2020 23:54
Glicacao da pele

Grta pelo artigo!Pode consumir com moderação??